m
Our Mission Statement
This is Photoshop's version of Loremer Ipsn gravida nibh vel velit auctoregorie sam alquet.Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit.
Follow Us
Top
Boa vizinhança: como melhorar a convivência com seus vizinhos? – Amazonas Incorporadora
6988
post-template-default,single,single-post,postid-6988,single-format-standard,mkd-core-1.0,highrise-ver-1.1.1,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-standard,mkd-sticky-header-on-scroll-down-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-light-header,mkd-full-width-wide-menu,mkd-header-standard-shadow-disable,mkd-header-standard-in-grid-shadow-disable,mkd-search-dropdown,mkd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Blog

Boa vizinhança: como melhorar a convivência com seus vizinhos?

Manter uma boa relação com as pessoas é muito importante para viver em comunidade. Saber escutar os problemas dos outros com atenção e estar disposto a ajudar são atitudes que precisam ser praticadas não apenas entre seus familiares, como também, entre seus vizinhos.

Caso contrário, a convivência com eles pode ficar bem complicada e você acabar ficando sem um amigo nas horas de emergência.

Pensando nisso, nós separamos algumas dicas para você aprender como ter um relacionamento mais agradável com sua vizinhança. São informações práticas que vão tornar esse convívio mais fácil, além de evitar confusões desnecessárias. Veja:

Evite fazer muito barulho à noite (e pela manhã também)

Talvez o principal motivo de reclamações, o barulho em excesso à noite ou pela manhã estressa qualquer pessoa. Lembre-se de que muitos moradores chegam tarde do trabalho ou precisam sair mais cedo de casa no outro dia.

Por isso, tenha bom senso na hora de ligar o volume do som. Não faça barulhos muito altos, pois isso pode prejudicar o tempo de descanso deles, gerando desentendimentos sem necessidade.

Se precisar realizar algum conserto ou uma festinha em casa, converse com os vizinhos mais próximos e pergunte se há algum problema com bebês recém-nascidos ou idosos mais debilitados. O ideal é entrar em consenso para resolver a situação da melhor forma.


Leia nossas outras matérias:

As maiores vantagens de morar próximo de áreas de lazer

Veja por que você deveria morar em um condomínio de lotes


Faça sua parte

Infelizmente, quando vivemos perto de outras pessoas, corremos o risco de lidar com algum vizinho que não zela pela sua calçada, que joga o lixo na lixeira dos outros ou que fala mal dos moradores para todo mundo.

Como nós sabemos que você não vive desse jeito, a nossa dica é simples: trate os outros como você gostaria de ser tratado. Ou seja:

  • Limpe o seu quintal regularmente;
  • Não permita que as folhas das suas árvores sujem o terreno do seu vizinho;
  • Faça a higiene da sua lixeira com frequência para evitar mau cheiro;
  • Procure não falar mal das pessoas
  • Seja solícito sempre que puder.

Controle seus animais de estimação

Bichinhos de estimação são fofos, divertidos, carinhosos e… também podem dar muita dor de cabeça. Por isso, para evitar problemas, a nossa primeira dica é cuidar da saúde do seu pet para evitar doenças e a contaminação de outras pessoas e animais da região.

Se você tem um cachorro, não se esqueça de usar sempre a coleira ao sair para passear, isso impede problemas com gatos e também com os moradores (no caso de mordidas).

Durante essa atividade, lembre-se também de levar uma sacolinha para retirar as necessidades do animal e evitar confusões com vizinhos que podem reclamar da sujeira nas calçadas.

Por último, verifique a frequência dos latidos do seu bichinho. O barulho, mais uma vez, pode atrapalhar o descanso dos moradores, que podem ter filhos pequenos ou recém-nascidos em casa.

Se for preciso, leve seu bichinho ao veterinário para entender melhor o problema.

Seja gentil quando precisar resolver algum problema

Não é porque você gosta do seu vizinho que você vai precisar aceitar o fato de ele não se importar com o barulho do som ou não zelar pela organização do lugar em que vocês moram.

Porém, ao ir falar com ele, a “regra” é agir sempre com educação. Não aponte somente os problemas, você precisa ajudar as pessoas a entender como elas podem resolver a situação.

Por exemplo, se o que está incomodando você é o latido constante do cachorro, você pode deixar um bilhetinho debaixo da porta ou conversar com seu vizinho sobre isso, indicando também os serviços de um bom adestrador ou médico veterinário.

Essa atitude ajuda o outro morador a ver você como uma pessoa que não está ali somente para falar sobre o problema, mas também, como uma pessoa que está disposta a ajudar a solucionar essa situação.

Dica extra para manter a boa vizinhança

Construir um relacionamento com os vizinhos com mais respeito, contribuindo para você viver em paz e em harmonia é possível. Quando você entende as suas responsabilidades e se põe no lugar do outro, a convivência só tem a ganhar.

Por isso, para deixar o clima de amizade ainda melhor, tem mais uma coisa que você pode fazer para tornar o dia mais alegre: um churrasco com seus vizinhos mais queridos.

Mas antes de pôr a carne para assar, aproveite para ler a nossa matéria com os 7 segredinhos para preparar um almoço muito saboroso. Clique aqui para descobrir essas dicas agora.