m
Our Mission Statement
This is Photoshop's version of Loremer Ipsn gravida nibh vel velit auctoregorie sam alquet.Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit.
Follow Us
Top
Não é hora de parar! Veja 4 atividades físicas na terceira idade – Amazonas Incorporadora
6980
post-template-default,single,single-post,postid-6980,single-format-standard,mkd-core-1.0,highrise-ver-1.1.1,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-standard,mkd-sticky-header-on-scroll-down-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-light-header,mkd-full-width-wide-menu,mkd-header-standard-shadow-disable,mkd-header-standard-in-grid-shadow-disable,mkd-search-dropdown,mkd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Blog

Não é hora de parar! Veja 4 atividades físicas na terceira idade

Hoje, os brasileiros vivem mais e melhor. As últimas pesquisas mostram que a expectativa de vida das pessoas está cada vez mais próxima da casa dos 80 anos. Porém, tão importante quanto envelhecer é chegar à melhor idade com muita saúde e bem-estar.

Para tornar o processo de envelhecimento mais saudável, é preciso esforço, literalmente. Praticar atividades físicas na terceira idade é fundamental para ter mais qualidade de vida.

Mas, afinal, quais as vantagens desses exercícios?

Os benefícios das atividades físicas na terceira idade

Com o passar do tempo, o nosso corpo passa por modificações que deixam o organismo mais vulnerável a vários tipos de problemas como as doenças cardíacas, os transtornos mentais, as alterações hormonais e a obesidade.

A musculatura e os ossos ficam mais fracos e a coordenação motora comprometida.

A melhor forma de prevenção ocorre justamente por meio da prática de exercícios físicos que recondicionam o corpo e fortalecem o organismo.

Os níveis de LDL (o famoso colesterol “ruim”) caem, a massa muscular fica mais resistente e o idoso ganha mais disposição para realizar com mais facilidade atividades simples do dia a dia como subir um lance de escada ou caminhar pela rua.

Como nessa fase da vida, o organismo tende a ser mais frágil e ficar debilitado com mais rapidez, é importante seguir um programa de exercícios que respeite os limites do corpo do idoso.

Atividades de alto impacto não são recomendadas devido à possibilidade de pancadas muito fortes. O mais indicado é focar nos exercícios motores e de equilíbrio porque eles estimulam o funcionamento do cérebro.

Veja os exercícios físicos mais indicados

Pilates

O Pilates é um tipo de atividade física que exercita o controle dos músculos e proporciona mais flexibilidade ao corpo.

Ideal para os mais velhos, a prática regular desse exercício melhora a postura, alivia as tensões, ajuda na realização de caminhadas ou corridas e ainda torna a mobilidade articular melhor.

Os benefícios do Pilates também influenciam o prazer sexual do idoso, pois ele trabalha a musculatura da pélvis, contribuindo, mesmo que de forma indireta, para a satisfação do casal, principalmente das mulheres.


Leia também:

Pedalar: conheça os benefícios que a prática oferece


Atividades na água

Perfeitas para fortalecer as articulações e os tendões, as atividades físicas na água são muito importantes também para auxiliar o idoso a respirar melhor.

Um ponto positivo é que elas podem ser praticadas de mais de uma maneira. Por meio da natação ou da hidroginástica, por exemplo.

Vale destacar somente que esses exercícios precisam ser feitos sob orientação de um profissional de Educação Física para evitar acidentes.

Fazer atividades na água é muito bom ainda para melhorar o condicionamento físico em geral, proporcionando uma aparência mais jovem e saudável. A postura e o equilíbrio são desenvolvidos e a capacidade de relaxamento aumenta.  

Dança

A dança é um tipo de exercício físico de baixo impacto e muito divertido. Seus benefícios vão muito além do estímulo do equilíbrio corporal e do reflexo do organismo em relação a possíveis ameaças.

De acordo com um estudo americano, os movimentos reproduzidos por conta da dança também são bastante importantes para prevenir a perda de memória e o Alzheimer.

Além disso, a dança ainda ajuda na coordenação motora, diminui as dores musculares e combate a depressão, doença cada vez mais comum entre os idosos com mais de 60 anos.

Caminhada

Indicada por profissionais como cardiologistas e neurologistas, a caminhada, sem dúvidas, é um dos tipos de exercícios mais realizados pelos idosos ao ar livre.

Fácil de ser praticada, ela ajuda a manter o corpo sob medida. Ideal para emagrecer e preservar a saúde do coração e da mente, a caminhada ainda auxilia a:

– Reduzir o inchaço nas pernas;

– Prevenir a obesidade;

– Aumentar a força muscular;

– Diminuir a ansiedade e o estresse;

– Melhorar a postura corporal;

– Prevenir doenças como o infarto e a hipertensão.

15 minutinhos diários já é suficiente para começar. Aos poucos, é possível evoluir esse tempo, que pode passar para 30 minutos por dia.

Leia mais sobre o assunto

Como você aprendeu, fazer exercícios físicos é muito importante para a saúde dos idosos. Ler mais sobre esse assunto é essencial para você viver por muito mais tempo.

Por isso, pensando no seu conforto e bem-estar, nós criamos uma outra matéria que mostra como você pode conseguir mais qualidade de vida, transformando a sua casa em um verdadeiro spa.
Para acessar o artigo, você pode clicar aqui.